Atriz pornô processa ator e diretor por ‘estupro’ em cena não prevista em roteiro original


(extra) Alla Montchak, mais conhecida como a atriz pornô Nikki Benz, está processando o diretor Tony T, o ator Ramon Nomar e a produtora Brazzers por “estupro” e agressão por causa de uma cena não prevista no roteiro original de um filme pornográfico estrelado por ela.

De acordo com o site “TMZ”, Nikki, ucraniana radicada no Canadá, exige na Justiça indenização de o equivalente a R$ 17 milhões. O filme foi rodado em dezembro de 2016, em Los Angeles (Califórnia, EUA).

No processo, a atriz de 36 anos alega que, durante a cena, na qual recebe tapas no rosto e nos seios, chegou a sangrar. Além disso, Nikki relata ter sido vítima de uma técnica de tortura semelhante ao waterboarding (em que é simulado afogamento usando uma toalha encharcada).

Resultado de imagem para Nikki Benz

“O próprio Tony me sufocou com as mãos. Nunca pensei que a Brazzers permitiria isso”, escreveu a atriz no Twitter.

Tony T e Nomar alegam inocência. A Brazzers chegou a afastar alguns profissionais envolvidos na produção do filme.

Em 2014, Nikki Benz tentou ser prefeita de Toronto (Canadá)
Previous Mia Khalifa continua "causando" em sua conta no Instagram
Next Em Parauapebas jovens promovem ação pela saúde de idosos

No Comment

Deixe uma resposta