Descarrilamento afeta 30 vagões de trem da Vale na Estrada de Ferro Carajás


Na madrugada desta segunda-feira (9) ocorreu um escarrilamento com tombamento de 30 vagões vazios no ramal ferroviário da Estrada de Ferro Carajás (EFC), no município de Parauapebas.

A mineradora Vale, por meio de nota, comunicou que a ocorrência não afetou o trem de passageiros. O maquinista sofreu escoriações leves, foi levado ao hospital da cidade e passa bem. Equipes da Vale atuam na avaliação da recuperação da linha férrea. As causas da ocorrência estão sendo apuradas.

Mapa EFC

A Estrada de Ferro Carajás tem 892 quilômetros de extensão, ligando a maior mina de minério de ferro a céu aberto do mundo, em Carajás, no município de Parauapebas, ao Porto de Ponta da Madeira, em São Luís (MA). Por seus trilhos, são transportados 120 milhões de toneladas de carga e 350 mil passageiros por ano. Circulam cerca de 35 composições simultaneamente, entre os quais um dos maiores trens de carga em operação regular do mundo, com 330 vagões e 3,3 quilômetros de extensão.

Inaugurada em 1985, a Estrada de Ferro Carajás não é só grande: ela também lidera o ranking das ferrovias mais eficientes do Brasil graças ao constante investimento em tecnologia.

Previous Ministério Público requer multa de R$ 3,1 milhões e condenação de ex-prefeito de Rondon do Pará
Next Resultado do Jogo do Bicho das 14 horas desta segunda-feira (09/04)

No Comment

Deixe uma resposta