Sem Terra denunciam ataque de pistoleiros em Marabá; Incra acompanha o caso - Portal NEWS - Notícias em última hora

Sem Terra denunciam ataque de pistoleiros em Marabá; Incra acompanha o caso

Compartilhe

Trabalhadores Sem Terra denunciam ataque de pistoleiros contra acampamento em Marabá. Reintegração de posse da área está marcada para esta quarta-feira. Ação teria ocorrido no final da tarde de ontem. No áudio, enviado por lideranças do MST, é possível ouvir estampidos.

O relato foi feito pela trabalhadora rural identificada por Cleudimar. Ela vive no acampamento Hugo Chavez, em Marabá. A ocupação fica dentro da fazenda Santa Tereza, trabalhadores Sem Terra  questionam o processo de compra e venda da fazenda e reivindicam a destinação da área para Reforma Agrária. Há quatro anos, trezentas famílias ocupam a área.

A Secretaria de Segurança Pública do Pará informou que tomou conhecimento de duas versões sobre o caso. A primeira foi dada pelos posseiros do acampamento Hugo Chaves, que afirmaram terem sido atacados por disparos de arma de fogo.

A outra versão é da proprietária da fazenda, que afirma ter sido cercada por várias pessoas e ameaçada quando voltava do Fórum de Marabá. Não há informações de pessoas feridas. O caso está sendo investigado por uma equipe da Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá.

Uma ordem judicial para o cumprimento de reintegração de posse na área da fazenda Santa Tereza está prevista para ser executada nesta quarta-feira. No entanto, após ocorrido os trabalhadores rurais temem sair da área, como relata Ulisses Manaças, dirigente do MST.

O ouvidor Agrário Nacional, Jorge Tadeu Jatobá está em Marabá acompanhando o caso. O Incra busca uma área da União para que as famílias do acampamento possam ser alocadas provisoriamente. Com informações da EBC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *