Parauapebas e os Tablets: É muita treta


Chico Brito

Em Parauapebas nesta semana o que encheu as redes sociais foi uma propalada compra (ou intenção de compra) de 40.000 tablets para presentear os alunos da rede de ensino municipal pela Secretaria de Educação. Ao preço total – segundo as notícias -, de R$44 MILHÕES. Tão aberrante e estapafúrdia a ideia e os valores que até o Sindicato dos professores reagiu através de Nota.

MUTRETA
Na opinião geral isto seria apenas mais uma mutreta publicitária, bem ao estilo do atual prefeito que, como nada administra (ano passado esteve ausente do município quase a metade do ano, e este ano vai pelo mesmo caminho), pensa ele e pensam seus subordinados que dando um presentinho daqui, um abraço ali, um dinheirinho ou um dinheirão lá todo mundo fica calado, e, alguns, ficam até contentes.

POLÍTICA
Entendem eles que isto é “fazer política”. Isto e muita propaganda enganosa. Tanto que só no ano passado a PMP torrou R$15 milhões de reais pagando tvs, blogs, jornais, grupos de Whatsapp. Só a uma rádio fantasma de um Assessor – o de Comunicação – fez o pagamento de meio milhão de reais. Isto enquanto vai alugando prédios inadequados para servirem de escolas, os famigerados Anexos.

CONTAS
Mas olhando de perto, há mais coisas aí do que só agradar aos mais simplórios. Há também um evidente superfaturamento de pelo menos 100%. Por que cada unidade estaria saindo para a prefeitura a mais de R$1 mil. Ora, eu mesmo adquiri, dois meses atrás, uma unidade apenas de tablet top de linha, da marca Sansung, por R$800,00 em uma loja no shopping.

REALIDADE DO COMÉRCIO
Se um aparelho desses na loja custou esse valor, na compra de 40 mil unidades qualquer negociador, qualquer comprador conseguiria o lote pelo valor de R$500,00 a unidade, e creio que até por menos. Portanto esta compra não passaria dos R$20 milhões, e não chegaria nunca aos R$44 milhões anunciados. Isto verificando apenas a matemática, sem tocar na precariedade da rede escolar que todos conhecem.

DUAS SEMANAS SANTAS: O TRILICHE PODE ESPERAR
Ao final de uma sessão do STF de quatro horas menos 40 minutos de cafezinho para julgar (ou não) um pedido de Habeas Corpus preventivo pedido por Lula para não ir logo para o triliche, no dia 22, o Ministro Marco Aurélio Melo puxou do bolso a passagem já marcada para viajar e curtir duas Semanas Santas longe do vespeiro, sendo de imediato seguido pelos demais companheiros.

PENITENCIAGITE LULA
Deixaram o julgamento para depois, e o Lula em dolorosa expectativa, pagando seus pecados cabeludos. Informaram-me que Gilmar Mendes saiu cantando baixinho aquela música: “Eu vou pra Maracangalha, eu vou,// Eu vou de chapéu de palha, eu vou,// eu vou de uniforme branco, eu vou,// eu vou convidar Anália, eu vou.// E se Anália não quiser ir, eu vou só,// eu vou só, se Anália não for, // mas eu vou.

PASÁRGADA – Manuel Bandeira (editado por mim)
Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconsequente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive
Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
Tem alcalóide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar
Vou-me embora pra Pasárgada.

Previous BBB 18: Entenda a formação do nono Paredão deste domingo (25); veja detalhes
Next Resultados da Lotofácil 1640, 1639 e 1638 - Confira todas as dezenas

No Comment

Deixe uma resposta