Everton Goiano aprova primeiro amistoso do Parauapebas antes da Segundona - Portal NEWS - Notícias em última hora

Everton Goiano aprova primeiro amistoso do Parauapebas antes da Segundona

Compartilhe

Estreia do time de Everton Goiano será em 15 de outubro contra a Desportiva Paraense, também no Rosenão

Compartilhe

O trabalho do técnico Everton Goiano  no Parauapebas começa a ganhar forma. Além de treinos físicos e táticos, o treinador passou para a fase de amistosos. O primeiro foi realizado no último domingo contra a Seleção de Canaã dos Carajás. Apesar do 2 a 2 no estádio Benezão, o comandante gostou da postura dos seus jogadores. O Parauapebas se prepara para a Segunda Divisão do Campeonato Paraense.

“Sabemos que ainda precisamos melhorar e que o time vai crescer, mas gostei do que vi. Os jogadores se movimentaram bem e buscaram o resultado. Lógico que no final os atletas acabam sentindo um pouco, mas está tudo dentro do programado”, comentou o treinador ao site Grande Área.

Everton Goiano escalou o PFC com: Cleriston; Bruno Leite, Márcio, Silvio e Neilson; Wanderlan, Francesco, Felipe Baiano e Thiago Potiguar; Tozim e Aleílson. O Parauapebas fará um novo amistoso, desta vez contra o Gavião, no próximo sábado, às 16 horas, no Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão.

O Parauapebas está no Grupo A2 ao lado de Carajás, Desportiva Paraense, Izabelense e Tiradentes. A Segunda Divisão do Pará será disputada entre outubro e novembro. A estreia do time de Everton Goiano será em 15 de outubro contra a Desportiva Paraense, também no Rosenão.

Mais de Everton Goiano:

Natural de Goiânia, Everton Antunes Benevides, de 52 anos, tem uma carreira movimentada. Antes do acesso com a Anapolina em 2017, ele foi campeão Copa Governador-BA em 2014 e obteve vaga na Série D 2015 pelo Vitória da Conquista. No Gurupi, Goiano obteve o título do Tocantinense 2012 e ainda foi eleito melhor técnico do Estadual. Em 2011, o comandante foi campeão acreano pelo Rio Branco e no ano anterior faturou o título mato-grossense pelo União.

Everton Goiano também deixou saudade no Distrito Federal. O técnico foi campeão do Brasiliense da Segunda Divisão e garantiu o acesso à elite em 2001 pelo Sobradinho, foi vice-campeão brasiliense, em 2005, pelo Luziânia, e em 2002, pelo Gama, além de ter sido campeão do Interior pelo Braslândia em 2000. Com informações da Agência do Interior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *